Atividades que ajudam a combater o estresse

Quem disse que os idosos não buscam meios de combater o estresse? Trata-se de um sentimento que é comum a inúmeros indivíduos em quaisquer etapas da vida, sendo indicado procurar meios de viver com mais equilíbrio. Na terceira idade, é essencial entender como situações estressantes e desgastantes podem levar o idoso, por exemplo, a quadros de isolamento e até mesmo depressão.

A ansiedade também pode ser um problema para os idosos. Por isso, se você conhece pessoas idosas ou têm familiares nessa faixa etária, acompanhe o conteúdo que preparamos. Ao longo do artigo, você vai conferir dicas para combater o estresse do idoso, e mais: sem deixar de lado os protocolos de saúde, tão importantes nesse momento.

Boa leitura!

 

O estresse na terceira idade

É comum encontrar idosos que apresentam variados níveis de estresse e insatisfação em suas rotinas. Muitas queixas dizem respeito a um dia a dia cansativo e monótono, à falta de participação em atividades familiares ou grupais e a ausência de diversão.

Para combater o estresse, o primeiro passo é compreender quais são as limitações diárias que impactam negativamente o idoso. A sensação de incapacidade ou limites rígidos estipulados pela família ou mesmo pela saúde são prejudiciais ao bem-estar. Logo, o estresse vem.

Com a pandemia, muitos idosos passaram a ficar muito tempo dentro de casa, o que se mostrou negativo para a construção de rotinas saudáveis. No entanto, existem atividades que podem ser realizadas mesmo dentro de casa, e o contato com outras pessoas, ainda que remoto, é um estímulo extra. Por isso, é necessário entender de que maneira combater o estresse pode transformar a rotina de quem você ama.

A seguir, trouxemos alguns exemplos de iniciativas que melhoram a qualidade de vida e trazem mais plenitude ao dia a dia. Lembrando sempre que, ao lidar com idosos, a forma de sugerir mudanças é tão importante quanto a adoção ou abandono dos hábitos em si. Continue a leitura e saiba mais.

 

Como combater o estresse na prática

Se você conhece idosos, sabe que combater o estresse é de extrema importância na rotina deles. Como mencionado, atividades repetitivas e a falta de interesse pelo que se faz no dia a dia são grandes causadores do quadro, bem como as pressões da família.

Existem recursos simples que ajudam a estimular a produção de hormônios da felicidade, ao mesmo tempo em que tornam a vida mais leve. O idoso pode combater o estresse desenvolvendo novos hobbies, ou mesmo trazendo à tona os que tinha quando era mais jovem. Assim, habilidades como concentração e memória são exigidas, e novos aprendizados podem surgir.

Eventos artísticos como shows, cinema e teatro são boas opções, assim como exposições de arte, por exemplo. O consumo de conteúdo digital, como filmes e séries, também é um aliado do bem-estar. Afinal, são momentos de entretenimento que ainda contribuem para o estímulo cognitivo e podem ser realizados com outras pessoas.

Atividades físicas leves são ideais para liberar tensões e relaxar o corpo, o que acaba por acalmar a mente. Para combater o estresse, caminhadas no início do dia podem funcionar, do mesmo modo que práticas como pilates, yoga e alongamento. Escolher uma atividade que traga satisfação é o que faz diferença.

Vale lembrar que, em meio à pandemia, surgiram ainda mais opções de lazer digitais, ou feitas com grupos pequenos de pessoas. Não é necessário se aglomerar ou quebrar protocolos sanitários para oferecer a quem você ama um dia a dia mais interessante e leve.

 

Como anda o dia a dia do seu familiar idoso?

Não são apenas os jovens que sentem necessidade de combater o estresse. Um cotidiano limitado, sem interação e com poucos desafios pode levar os idosos a se sentirem agitados e ansiosos, o que prejudica o organismo como um todo. Incluir atividades físicas e de entretenimento ajuda a tornar os dias mais leves e repletos de bem-estar, ainda que realizados remotamente. diversificar aulas, eventos e hobbies é uma boa pedida.

Combater o estresse é apenas um dos pilares do processo de envelhecimento saudável. Trazer mais equilíbrio ao corpo e à mente contribui para mais qualidade de vida e ajuda a evitar o surgimento de sintomas e doenças nos idosos. Porém, há momentos em que é indicado um apoio mais especializado, mesmo para pessoas saudáveis. Seu familiar tem apresentado dificuldades, solidão ou limitações? Não espere pelo pedido de ajuda.